Blog dedicado ao mundo da corrida e do desenvolvimento pessoal

.favorito

. Estás Motivado?

. A Roda da excelência

. Psicologia das lesões, ou...

. Corredores, quem somos nó...

. Correr, para quê?

. Projecto Espaço Jovem - C...

. O Furacão da Estrada – hi...

. A viagem

. O “baldas” mais aplicado ...

. A excelência aqui tão per...

.arquivos

. Novembro 2016

. Janeiro 2016

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Maio 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Agosto 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

.Visitantes

.Entrevista CorreComAlma RCSantarém

.Berlin 2009

.You Ready?

.Carlos Lopes - voltaremos a ter outro?

.Why I Run

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Estás Motivado?

 

Estás motivado? É a pergunta de retórica que coloco em mais um artigo do “Espaço jovem – correndo para a Excelência, Formando o atleta de amanhã, hoje!”. Sairá no próximo nº do boletim/Revista “Atletismo RM” ainda esta semana ou no inicio da próxima.
A ideia é mais uma vez estimular os jovens, e quem sabe outros menos jovens, a reflectir sobre a importância da Motivação para poderem desenvolver todo o seu potencial e alcançar os objectivos a que se propõem. Para isso torna-se necessário clarificar quais devem ser os seus objectivos e o seu rumo, mas isso será um aspecto a desenvolver noutros números, embora tenha sido ligeiramente abordado.
De momento, parece que tem aparecido por aqui uma rapaziada bastante motivada e alguns com muito potencial atlético. Eu continuo a fazer a minha parte, ajudando-os a melhorar as suas capacidades atléticas e humanas, mas convém referir que eles terão que fazer a deles. Eu, como estou motivado continuarei a ser treinador e continuarei a realizar as minhas corridas, com melhor ou pior nível, mas sempre com muito entusiasmo. É esse entusiasmo que tento transmitir, e o incentivo que deixo para que possam cada um deles duma maneira ordenada mas divertida, aperfeiçoarem com gosto todas as suas capacidades.      
Não escondo que me motiva mais, trabalhar e acompanhar atletas com maior potencial atlético. Contudo, creio ser nossa responsabilidade social, de clubes desportivos, treinadores, dirigentes e demais agentes, acompanhar e incentivar todos os jovens a interessarem-se pela prática desportiva, mesmo aqueles que demonstrem poucas capacidades atléticas. Para além da sua formação escolar, esta ocupação dos tempos livres nas actividades desportivas permite que estes jovens se afastem de caminhos menos recomendáveis, funcionando como uma espécie de aposta na prevenção e oferecendo a possibilidade de escolherem um estilo de vida mais saudável.
Os atletas com mais experiência têm um papel muito importante, funcionando como exemplos a seguir pelos mais jovens. Qualquer que seja o seu nível desportivo, se forem bons modelos devem sentir-se duplamente realizados, por um lado pelo facto de estarem a realizar a actividade que lhes dá gozo, e por outro por estarem a contribuir para uma melhor formação dos jovens atletas. Não obstante, não raras vezes são os mais jovens a ensinar os mais velhos.
Nas últimas semanas, ao acompanhar o treino dessa rapaziada mais nova a que me refiro acima, dei por mim a verificar as diferenças de aquisição de técnica de corrida que têm uns dos outros. Apesar das referências e indicações que recebem serem idênticas, quase todos têm mais-valias e aspectos diferenciados para corrigir, i.e., uns têm um bom trabalho de braços, outros levam o joelho suficientemente alto, outros têm um bom apoio, etc… Decidi então colocá-los a observarem-se uns aos outros para verificarem o que de bom os colegas tinham e que poderiam ensinar-lhes, como que se fossem professores e modelos uns dos outros. Isto foi para o aspecto técnico, mas para o aspecto psicológico, mental ou de atitude perante a actividade, também esses mais jovens dão lições uns aos outros e até a nós mais experientes. Entusiasmo, dedicação, superação, ambição, divertimento, são alguns dos atributos que lhes é possível observar, basta estar atento, e já agora…, motivado.
Eu estou, espero que vocês também.
Boas corridas para todos e com,
Motivação em Alta.

 

publicado por ppmiguel às 16:43
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
2 comentários:
De Marta a 4 de Maio de 2009 às 22:59
Bem passei por aqui para dizer que estou motivada para escrever que já sinto a tua falta por aqui.

Beijinhos
De Catarina Alves a 16 de Maio de 2009 às 14:33
Motivação... Um excelente tema.

(Enquanto houver motivação, há caminho a seguir...)

Continuação de um bom trabalho...

Bjs

Catarina Alves

Comentar post

.CorreComAlma.com

Blog de apoio ao site www.correcomalma.com

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.fotos corrida

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds